Segredo



A tarde está sombria.

Não vejo o Sol. Não vejo o dia.

No meu coração agora é noite.

Há tristeza em mim, falta-me alegria.

O escuro da noite castiga meu peito.

Meu coração tristonho, fica sem jeito

pela dor dessa saudade.

Olho pela janela e o que vejo lá fora?

Somente tua ausência que me faz chorar.

Lá fora, há flores, pássaros, a natureza...

Mas isso não ameniza minha dor,

nem diminui minha tristeza.

Recolho-me dentro de mim, sentindo com amargura,

toda dor que alguém consegue suportar.

É domingo e eu não sei sorrir nesse dia.

Como se domingo fosse um dia especial...

Nenhum dia será especial, se tu não estiveres comigo.

Quando a noite avança, mais tu se distancias de mim.

Tenho a certeza que não te verei.

Não te tocarei.

Não te terei.

Olho o teto do meu quarto, fingindo negar o meu desejo.

reclamo por tanto te amar e só lhe ter em meus pensamentos.

Fico a sua espera todas as noites,

mesmo sabendo ser em vão.

Meu corpo reclama tua falta.

Meus braços querem te abraçar,

meus lábios querem te beijar,

minhas mãos em vão ficam a te buscar.

Na cama vazia te anseio, te desejo e choro por você.

Você que ignora todo o meu amor,

Você, que nem imagina,

que todos os dias morro um pouco...

de tanto e tanto te amar.



0 comentários:

 
Blogger Templates