Não vá embora ainda.
Espere, eu preciso falar.
Tens que saber o que sinto.
Saber o que me faz chorar.

Não quero impedir que se vá
Devíamos ter sentado há tempos
Mas você não me deixava falar
Não ligava pros meus sentimentos

Fingir que problemas não existem
Não ajuda a resolver
Fingir que as coisas estão bem
Não evita alguém sofrer

Os problemas cresceram demais
Ficando sem solução
Olha só o que estamos fazendo
Uma triste separação

Nos despedindo depois de anos
E nem evitamos isso
Com a rotina nos acomodamos
Eu muda, você omisso

Espere só mais um instante
É tarde eu sei, mas vou te falar
Há anos fui somente amante
De um homem que eu pensei me casar

Ao teu lado, por você, eu sofri
Renunciando aos sonhos meus
A dor contigo eu senti
Vivendo todos os sonhos teus

Dei-lhe forças, amor e carinho
Fui tudo nessa união
Recebi suas mentiras
E ainda, a traição

Tentei juntar pedacinhos
Dos cacos do nosso amor
Mas eram bem miudinhos
E nem o afeto o colou

Agora me escuta bem
Não é por você que estou chorando
É por todos os planos que eu tinha
Que por você fui afastando
 
E ainda te digo mais
Nessa casa nada vai  mudar
Tu eras uma pessoa ausente
Que presente não queria falar

Eu mesma fecho a porta
Leve meus sonhos contigo
Agora não me importa
Se vai ou fica comigo

Pode ir agora, não te chamarei
Ficarei bem comigo
que no final das contas
foi com quem sempre contei





1 comentários:

Muri [Ateliê na Varanda] disse...

Obrigada por visitar o Ateliê na Varanda. Vejo que irá aproveitar muito bem as ideias do caixote e do alfineteiro. Mãos a obra! Beijos!

 
Blogger Templates